Blog da responsabilidade de Nelson Correia, Advogado, Vereador na Câmara Municipal de Penafiel, deputado na IX Legislatura e militante do Partido Socialista
Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006
A OPORTUNIDADE É AGORA!
“Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?”.</div>


Num futuro bastante próximo, o povo português vai ser mais uma vez confrontado com esta questão. Esquecendo os resultados de outros tempos, está na altura de todos nós, eleitores portugueses, nos consciencializarmos devidamente sobre as implicações do nosso voto.



Votar SIM e despenalizar e legalizar a interrupção voluntária da gravidez não é liberalizar o aborto, não é desresponsabilizar cada um pelos seus actos, nem apelar à morte de um feto e de uma vida.


Votar SIM é preservar a integridade moral, a dignidade social e a maternidade consciente.



O que está aqui em causa não é alterar o código moral de cada um, porque esse não se submete a maiorias absolutas nem a discursos maravilhosamente convincentes. Legalizar o aborto, nas devidas condições e fomentado numa forte rede de apoio social e psicológico, é deixar de incriminar a mulher portuguesa. É reduzir o número de abortos clandestinos e evitar mortes desnecessárias. É garantir condições de saúde e dignidade para as mulheres.



Não vamos permitir que o drama pessoal e moral do aborto continue a assombrar a vida de cidadãos como nós, porque na verdade, a lei actual quase não é cumprida; o aborto está liberalizado da pior maneira, sem prazos, sem regras, sem segurança e numa rede clandestina.



Até quando vamos continuar a assistir a uma desumanização dos cuidados de saúde? Até quando vamos permitir que mulheres livres de fazer as suas escolhas sejam julgadas por escolherem o que é melhor para si e até para a vida que começava a crescer dentro delas. Até quando vamos permitir que estas mulheres sofram sem as mínimas condições, escondidas de tudo e de todos, envergonhadas, sós, sabendo que estão a cometer um crime? Quantas mais mulheres terão de morrer para que os portugueses percebam que é crime matar, mas também é crime deixar morrer ou fazer sofrer um ser humano com nós?



Mudar está nas tuas mãos.


publicado por pena-fiel às 23:01
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30


posts recentes

Estados de espírito

PIDDAC

Autárquicas 2009

OPÇÕES

"MUDAR DE DISCURSO"

Ventos que sopram do Avan...

Afinal a senhora fala!

EXIGIR COMPROMISSOS

Muda-se de líder, mantém-...

Fuga para a frente

arquivos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

tags

todas as tags

links
participar

participe neste blog

blogs SAPO
subscrever feeds