Blog da responsabilidade de Nelson Correia, Advogado, Vereador na Câmara Municipal de Penafiel, deputado na IX Legislatura e militante do Partido Socialista
Sábado, 13 de Janeiro de 2007
SE QUERES DISCUTIR O QUE FAZEMOS, FÁ-LO NO TRIBUNAL!
Os responsáveis políticos da actual maioria municipal encontraram uma nova forma de se opor às críticas que a oposição lhes faz: calam-se e vão-se queixar-se ao Tribunal!

O PS, como vem sendo usual, na Agrival 2006, fez sair um comunicado, onde fez o balanço daquele certame e, naturalmente, como partido da oposição que é, apontou falhas, fez criticas, deixou perguntas e algumas inquietações.

Parece-me que esse é o papel que as democracias destinam e esperam das oposições.

Aos bons ou aos maus fundamentos dos argumentos usados pelo PS, esperava-se que a maioria contrapusesse os seus, fossem eles melhores, iguais ou piores que aqueles, esperando que os eleitores, únicos donos da verdade e quem mais ordena nestes diferendos de opinião, na sua inteligência, soubessem de que lado estava a razão.

Noutros tempos, era o PS poder, e quer o PSD, quer o CDS, também fizeram comunicados!E também os fizeram com balanços das feiras da Agrival.
É verdade, quando eram da oposição também faziam comunicados!
Agora não precisam.
Têm a revista municipal.

Nesses comunicados, apontaram falhas, deixaram perguntas e inquietações e muitas das vezes, ultrapassaram o plano da inquietação, entrando por outros domínios, em medida igual, àquela de que agora se queixam.

Quem tiver memória curta que vá aos arquivos dos nossos jornais locais e recupere as pérolas de tempos idos que alguns dos senhores do poder municipal agora instalado, fizeram chegar até aos seus leitores.

As termas de S. Vicente, agora, como desde 1998, data em que encerraram ao público, têm sido tema de muita conversa e acesa luta politico-partidária.

As nomeações para a Presidência da Junta de Turismo, desmentem aqueles que pretendem não haver nenhuma relação com a politica local nas disputas que, de vez e quando, surgem nos nossos jornais, a respeito daquele tema.

O PS, a respeito de um conhecido e público problema relacionado com a propriedade do “Café Turismo”, fez chegar um comunicado às redacções da comunicação social da nossa praça.

Nesse comunicado, deixou ficar vincada a sua posição.
Chamou a atenção para algumas situações que na sua opinião configurariam prejuízos para o interesse público.
Fê-lo com a informação que tinha e com a frontalidade de quem não se fica pelas meias palavras.
Podia usar palavras manhosas, dissimuladas, dizendo o mesmo que escreveu, mas recorrendo à tradicional linguagem metafórica que os políticos costumam usar, assim não se comprometendo.
Não o fez.
Usou termos que seres mais sensíveis e esquecidos do passado, podem configurar com atentatórios para a sua dignidade, como não soubessem que não é disso que se trata. Como não soubessem que o PS não quis, não quer, por em causa a seriedade ou honestidade pessoal, seja de quem for.
Como não soubessem que tudo se reduz a diferentes concepções políticas e ao salutar confronto de opiniões e de soluções.


Afinal, quando as Termas de S. Vicente encerraram, os responsáveis políticos da actual maioria, não se esmeraram no aproveitamento dessa situação, para dela tirar todo o benefício político possível, promovendo manifestações, desenvolvendo as mais diversas acções, onde também os comunicados não faltaram e não formularam considerações e juízos de valor sobre os titulares da Câmara Municipal do tempo, de que eles nada gostaram?

A maioria municipal, àqueles comunicados do PS, fez ouvidos de mercador.

Preferiu fazer de conta que os mesmos se situavam fora do debate político.
Afinal, tais assuntos, para alguns dos responsáveis do PSD e do CDS, só estiveram no âmbito da acção política no tempo em que eram da oposição.
Agora que são da situação, acham que esses assuntos já não podem ser discutidos e ficam muito ofendidos com todo e qualquer deslize de linguagem dos seus opositores, a ponto de correrem para o Tribunal, a fazer queixa!

O PS, enquanto foi poder municipal, nunca reagiu aos comunicados do PSD, do CDS ou da CDU, com queixas-crime.
E razões para tal, a seguir os critérios de algumas pessoas, não lhe faltariam. Até abundariam e em quantidade suficiente, para fazer entupir, ainda mais, os nossos tribunais com assuntos de “lana caprina”.

Nestes novos tempos, a moda está em fazer de conta que a oposição não diz nada, não faz nada, e passa a vida em guerras e guerrilhas, entre a facção dos mais e a facção dos menos, os A e os B, os X e os Y, e quando da oposição alguém levanta a voz em tom mais grosso, os senhores da situação, quais meninos de escola, correm até ao Tribunal mais próximo e apresentam queixa, pretendendo que o debate político que os assuntos objecto dos comunicados deveria merecer, seja substituído pela disputa judicial.

Em Penafiel não há confronto político, porque a maioria prefere a barra do Tribunal à disputa politica.

Acha que é mais ajustado à nossa democracia local, ver o Tribunal a dirimir conflitos políticos que fazer funcionar os nossos órgãos autárquicos, contrapondo, nessa sede, os seus argumentos aos argumentos dos seus adversários.

E depois ainda há quem diga que as reuniões de Câmara e da Assembleia são demasiado meigas.

Se mesmo assim vai tudo corrido a processo-crime, imaginem lá o que seria se fossem mais “acesas”.

A este propósito, aconselho a todos aqueles que andam na política, a terem presente este pesamento:

"Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir"


publicado por pena-fiel às 22:26
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30


posts recentes

Estados de espírito

PIDDAC

Autárquicas 2009

OPÇÕES

"MUDAR DE DISCURSO"

Ventos que sopram do Avan...

Afinal a senhora fala!

EXIGIR COMPROMISSOS

Muda-se de líder, mantém-...

Fuga para a frente

arquivos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

tags

todas as tags

links
participar

participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds