Blog da responsabilidade de Nelson Correia, Advogado, Vereador na Câmara Municipal de Penafiel, deputado na IX Legislatura e militante do Partido Socialista
Sábado, 20 de Outubro de 2007
Ideologias
Parece que neste fim de semana, está a decorrer uma Universidade de Verão promovida pela Juventude Popular, na nossa cidade de Penafiel.

Também já frequentei universidades de Verão, organizadas essas pelo Partido Socialista. Devo referir que são importantes momentos de aprendizagem e de reflexão ideológica, pelo menos para mim, pois não vou a esses eventos para ser fotografado ou para ser visto por certas e determinadas pessoas.

Mas voltanto à universidade de Verão, organizada pela JP, devo referir que iniciativas como esta, são extremamente importantes, desde que produtivas e com os oradores certos, pois são parte importante da formação política dos elementos pertencentes a Juventudes Partidárias. E se existe Juventude Partidária que necessite de formação política em Penafiel, é mesmo a JP.

Que não me levem a mal os membros dessa organização, que só devo elogiar, pois organizaram um excelente debate sobre o passado referendo, no qual tive o prazer de participar. A grande responsabilidade, de a JP necessitar de definição ideológica, deve-se ao próprio partido. Fico muito na dúvida, se o PP, assenta a sua ideologia sobre uma matriz Democrata-Cristã, ou sob uma matriz Liberal, ou uma matriz conservadora, ou se simplesmente se rendeu aos caprichos do seu líder e optou pelo puro populismo.

Pelo que observo dos oradores, surge em primeiro plano o Vice-presidente da Câmara Municipal do Porto, que partilha o poder com o PSD. Surge a seguir uma figura que queria, mas não conseguiu ser Vereador em Lisboa. Mas nota-se sobretudo a presença do Deputado Paulo Rangel, ideólogo de matriz neo-liberal, e da personalidade de Pacheco Pereira, esse também com traços fortes de neo-liberal, mas ambos pertencentes ao PSD. Será que estas personalidades por serem mandadas calar no PSD, estão amboas à procura de outro espaço?

Ou seja, vemos aqui um PP, ou neste caso, uma JP, num limbo ideológico, onde o espaço de separação do PSD actual, ao que parece é bastante esbatido.



</>


publicado por pena-fiel às 22:10
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De António Rocha a 10 de Novembro de 2007 às 12:13
Em primeiro lugar queremos agradecer a atenção dispensada ao evento político organizado pela Juventude Popular, o que demonstra uma séria preocupação da população pelos acontecimentos partidários no Vale do Sousa.
Da mesma forma que estamos certos de que, como afirma, não vai aos eventos
“apenas para as fotografias ou para ser visto por certas e determinadas pessoas”, também não deve escrever apenas por escrever ou apenas para ser lido por certos e determinados leitores, pelo que entendemos fazer alguns “leves” reparos ao texto redigido.
Cientes das singularidades que temos na nossa filosofia de vivência partidária, compreendemos que esta cause tremenda confusão aos elementos de outras Juventudes Partidárias que não partilhem opiniões ou ideias e apenas se limitem à pura militância politica. Para os elementos da Juventude Socialista inseridos numa estrutura rígida claramente estratificada onde se definem, à priori os futuros políticos/profissionais de vários elementos, estas iniciativas são realmente estranhas e talvez gerem imensa agitação, pois podem pôr em causa determinados dogmas. O nosso conceito de “jovem partidário”, não implica um juramento de fidelidade cega nem o sectarismo ideológico. Não esqueçamos que, como seres humanos, somos livres de pensar e agir, e tendo consciência de que não somos detentores da verdade absoluta, procurámos promover o debate de ideias dentro da nossa estrutura, sem limitar a discussão a essa mesma estrutura. A razão pela qual aceitamos e até promovemos a participação de individualidades com ideologias diferentes nestes eventos deve-se ao facto de querermos promover aos nossos elementos uma vida política consciente e equilibrada, sem temermos que as ideias e opiniões diferentes possam lançar a discussão interna. Por isso mesmo, estranhamos que alguém que goste tanto de analisar a vida política, que tenha tantas dúvidas sobre a ideologia da JP, tenha perdido uma oportunidade como esta para clarificar as suas ideias, ainda mais tendo o encontro decorrido tão perto!!!
A avaliação do encontro é feita não por nós, organizadores e membros da JP, mas sim por todos os que assistiram, voluntariamente, aos painéis promovidos pela Universidade da Juventude Popular, que se caracterizou “…pelo facto de esta ter sido impecavelmente organizada. Se a isto juntarmos o nível elevado dos convidados da Universidade, só posso dizer que se trata de uma das iniciativas políticas mais estimulantes, que tive oportunidade de assistir no Vale do Sousa nos últimos anos.” (Tito Couto in Jornal Fórum). A isto se acrescenta que “Os militantes da Juventude Popular demonstraram elevada responsabilidade e qualidade intelectual na participação nos painéis” ( in Jornal de Noticias de Penafiel).

Juventude Popular de Penafiel


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30


posts recentes

Estados de espírito

PIDDAC

Autárquicas 2009

OPÇÕES

"MUDAR DE DISCURSO"

Ventos que sopram do Avan...

Afinal a senhora fala!

EXIGIR COMPROMISSOS

Muda-se de líder, mantém-...

Fuga para a frente

arquivos

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

tags

todas as tags

links
participar

participe neste blog

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds